5 de ago de 2015

Percepção...

Como você vê o outro?
É engraçado como sempre achamos vários defeitos em nos mesmos que ninguém mais vê ou que só percebem quando cometamos,e como na maioria das vezes não percebemos nossas características positivas.
Minhas aulas voltaram nessa segunda-feira(03/08) e eu já estou tendo matérias e trabalhos para entregar e eu juro que, não estou reclamando, por que não sei vocês mas eu sou apaixonada pelo meu curso e eu gosto muito da grade. Ontem(04/08) conheci minha professora de psicologia e ela começou a aula abordando o assunto de subjetividade, que é aquilo que constitui um sujeito, uma pessoa á partir das relações sociais, das vivências de cada um, daquilo que compreendemos e acreditamos, algo construído através das nossas ideias, significados e emoções.



Então para entendermos melhor sobre a o assunto a mesma pediu para formarmos duplas e escrevermos 5 características positivas que enxergamos naquela pessoa, ex: se ela é sociável, carismática, confiável...
Juntei com a linda da Sarah do blog Seis Mil Milhas e em relação a mim ela escreveu:

- Meiga
- Sonhadora
- Confidente
- Benevolente
- Paciente

E eu me surpreendi muito quando li, meiga e benevolente. Por que eu me acho alguém extremamente rude e muitas vezes acho que eu não consigo demonstrar o meu lado 'meigo'. E eu me acho o oposto de benevolente pois por mais que eu seja uma pessoa muito calma eu não costumo ser assim com todos, apenas com os mais próximos, e bom quando mostrei a Sarah a minha percepção em relação a ela a mesma também ficou surpresa, após isso a professora veio conversar conosco e disse que nunca paramos para analisar o outro, o que eu particularmente tive que concordar.
E o que eu achei mais legal no exercício, pode ter sido algo bobo mas que nos faz refletir sobre o que as vezes não percebemos em nos mesmos, ou seja, queremos sempre mudar aquele lado negativo e muitas vezes não reparamos nas nossas qualidades.
E eu já estou super ansiosa para as próximas aulas de psicologia.



Apos a aula, eu lembrei de ter assistido a um tempo atrás uma campanha que eu achei incrível que a dove fez "retratos da real beleza" onde eles contrataram um desenhista e convidam várias pessoas para descreverem a própria aparência e logo após uma outra pessoa descrevia esta pessoa que se descreveu e em seguida era mostrado o resultado final, eles fizeram essa experiencia com várias pessoas, dei uma fuçada e achei o vídeo, é muito surpreendente o resultado, vale a pena conferir:


Esse vídeo na minha opinião, é a maior prova de que acabamos vendo defeitos em nos que os outros não veem, não só em relação a nossa personalidade mas também a nossa aparência, por que nos cobramos demais, não que isso não seja importante sempre tem alguma coisa que que gostaríamos de mudar tanto na nossa aparência quanto em relação ao nosso caráter, acabamos vendo os nossos defeitos, o dos outros e nunca paramos para ver as qualidades é sempre mais fácil apontar o defeito, e é engraçado pois quando alguém pede para você falar a qualidade do outro, o que lhe atrai no outro acaba sendo um pouco difícil, principalmente quando não temos muita convivência com a pessoa, até mesmo em uma entrevista de emprego quando perguntam nossas qualidades e defeitos, os defeitos estão sempre na ponta da linguá.

Deveríamos tentar ver mais o melhor das pessoas, ir mais fundo ver a essência do outro, como minha professora disse, cada um tem seus características, e se uma pessoa é mais introvertida, ou rude, as vezes anti-social pode ser um bloqueio em relação a algo que a pessoa passou. Então deveríamos tentar nos aproximar e ver o que á de melhor nela e em nós.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo