10 de dez de 2015

Estereótipos





Se você olhar bem certeza que aquela menina é de humanas e o namorado dela é de exatas, comentou a minha amiga em uma palestra que fomos em uma faculdade na semana passada. O que será que ele viu nela afinal? Ela é toda desleixada aquele cabelo todo avoado, existe progressiva alguém fala pra ela. E ela continuou falando sem parar o quanto eles não tinham nada a ver pois era bem provável que ambos tivessem gostos e estilos bem diferentes um do outro.  Decidi então que deveria questioná-la o porquê exatamente ela havia chegando a está conclusão e a resposta da mesma foi um “não é um pouco obvio, eles se vestem e agem totalmente diferentes um do outro”, decidi ignorar pois não fazia nem trinta minutos que ela estava os observando. Como eu não sou nada curiosa e queria provar a ela que não fazia sentido suas observações, percebi que eles já eram estudantes daquela faculdade decidi então que perguntaria para eles se conheciam onde ficava a secretaria para me informar de outras palestras, fomos eu e Karina a minha amiga e abordamos eles, só sei que no final eles nos acompanharam até a secretaria e conversando comentaram que se conheceram no Rock In Rio que teve a dois anos atrás, e Karina ainda não se conformava que ele poderia gostar de Hot Chili Peppers, como assim?! Ela comentou, ele tem maior cara de que adora um sertanejo.

É igual ir a vários tipos de baladas, eu definitivamente gosto muito de sair e ir para balada e por mais que eu goste de um pop/rock e música eletrônica eu tenho vários amigos que gostam de coisas totalmente diferentes das minhas, então lá vai eu para uma balada sertaneja, que devo confessar que adoro dançar um sertanejo, me anima aquelas músicas dançantes que você pode rebolar tanto sozinha como acompanhada, decidi então ir ao balcão pegar alguma bebida, estava aguardando quando um rapaz muito bonito do qual devo admitir me abordou e começou a puxar assunto, perguntou meu nome, ...
quantos anos eu tinha e bom se eu fazia faculdade , respondi que sim estava iniciando o primeiro semestre de jornalismo, mas ele me fez uma cara tão de espantado que eu perguntei se havia acontecido algo, ele disse que apenas estava surpreso e que eu não tinha cara de jornalista, e bom retruquei perguntando qual seria a cara de um jornalista, e o mesmo disse que bom uma aparência mais séria e eu parecia ser muito divertida. Ok, vamos reformular ele acabou de falar que por eu ser divertida eu não tenho perfil pra jornalismo?! Oi?! E ele ainda completou falando que eu provavelmente estava no lugar errado porque jornalista gosta de coisas mais clássicas, amigo de que mundo você veio que eu não conheço? Não sabia que existia uma manual informando qual a cara e gosto que você precisa ter para se seguir uma profissão, decidi inventar uma desculpa qualquer e cair na fora. ´



É incrível como sempre sou julgada quando estou em algum lugar diferente do qual estou acostumada a ir com alguma roupa diferente do que as pessoas estão acostumadas a me ver e ficam tipo, não sabia que você usava roupas assim, nossa você frequenta esses lugares?! Ando com uma boa resposta na ponta da língua, eu não sou o que visto, o que estudo sempre ou os lugares que eu vou isso são apenas algumas referências de mim, eu sou quem eu quero ser, onde eu quero ser e como eu quero ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo