5 de mar de 2016

Por aí.

"Nunca diga te amo se não te interessa.
Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem.
Nunca toque numa vida se não pretende romper um coração.
Nunca olhe nos olhos de alguém se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti.
A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo.
 - Mario Quintana.




Tantas pessoas por aí,
Querendo ficar, por ficar,
Querendo um dia, uma noite de diversão,
Querendo ser apenas uma pequena lembrança, um momento.
E justo eu, que esperava encontrar o amor; encontrei você.
Eu não me culpo, e muito menos culpo a você,
Mas, preciso te dizer que você deixou alguns buracos, algumas incertezas e um medo do qual eu não consigo deixar para lá.


Algumas palavras nos cortam como faca, e por mais que não exista dor externa, devo confessar que a interna é a pior delas, e por mais que ela não mate, o sangramento por dentro demora a estancar.
Eu já superei você, até mesmo porque tudo passa.

O grande problema não foi você ter ido, porque eu chorei, eu comi muito brigadeiro na panela enquanto assistia a mais um desses filmes de romances bem clichês, tudo bem, foi terrível na época mas, as borboletas no estômago já foram todas assassinadas.
Porem, o problema foi, o que você levou de mim quando se foi;

Pois você levou, as minhas certezas, levou o meu coração ingenuo, a minha vontade de amar e ser amada, as minhas esperanças, você destruiu tudo com algumas palavras que até hoje ecoam na minha cabeça e não me deixam seguir em frente.
Eu já sei que todos nos somos bem estragados emocionalmente, e já tivemos relacionamentos complicados, todo mundo tem uma parte faltando de alguém que se foi, o problema é que além de você ter levado várias peças minhas, nos nunca existimos de fato.

Te ver foi de certa forma muito reconfortante, pois me fez lembrar de como eu era antes de você aparecer, e o que procurava, e pude enxergar você de verdade, não da forma que eu te via com olhar de apaixonada e boba mas, sim o que você é, que muito eu fingi não ter visto.
Não tem problema,
Eu cresci uns dez anos com tudo aquilo, além do que você me ensinou uma bela de uma lição. Amor não se é pedido, pois quando se implora por ele, não é amor. O amor simplesmente acontece, e nos não acontecemos em nada!



16 comentários:

  1. Adorei!

    Bjs, <3
    www.juntasearrumadas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba, espero lhe ver mais vezes por aqui!
      Xoxo :*

      Excluir
  2. Li até o final porque sim, me prendeu! ^^
    Mario Quintana sabia das coisas.

    É mesmo muito ruim isso, acredito que as pessoas então ficando cada vez mais frias porque coisas assim acontecem constantemente.

    Mas é necessário deixar para lá. Não vai ser a última vez, infelizmente. Temos que estar preparados para tudo sempre.

    Beijos flor.

    Thay Rocha
    www.leitoranamoda.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale, é muito ruim quando você fica com aquele sentimento de não sei eu dou uma chance pois e se ele for igual o outro? Só que com o tempo a gente descobre que ninguém é igual ninguém e que precisamos dar oportunidades para todos que entram na nossa vida, e que a vida mostra se não for aquilo que achamos ou se é aquilo que queríamos.
      Fico feliz que você tenha lido tudo <3, e volte sempre!
      Xoxo :*

      Excluir
  3. Oii, adoreei e adorei o blog também, já estou te seguindo, bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog !! E esse texto realmente prende a atenção e nos faz ler até o final *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, fico muito feliz que tenha gostado do blog e que o texto tenho lhe prendido. Seja muito bem-vinda <3
      Xoxo :*

      Excluir
  5. que texto perfeito!!! Bem escrito, me senti na história.

    http://www.1001julietas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, seja bem-vinda e espero te ver mais vezes por aqui!
      Xoxo :*

      Excluir
  6. Adorei, e é verdade sim! Mas as vezes para escolhermos ser livres, precisamos amadurecer diante de situações tristes!!! Lindo texto! Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E infelizmente precisamos aprender através de situações difíceis. Muito obrigada!
      Xoxo :*

      Excluir
  7. Parabéns, texto lindo!!
    Beijos <3

    garotabibliotecaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que gostou :')
      Espero te ver mais vezes por aqui!
      Xoxo :*

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo