17 de jun de 2016

Semana que vem.




Eu gostava de como você olhava para mim, até cheguei acreditar que havia algum tipo de sentimento por trás daqueles seus olhos castanhos me olhando, mas aí você me perguntou o que eu achava daquela garota me mostrando uma foto, lembro de ter respondido que ela era "bonitinha", e perguntei se era mais uma de suas conquistas, e você olhou nos meus olhos e disse que havia ficado com ela na noite anterior e começou a falar o quanto foi legal mas, não lembro de ter escutado os detalhes porque foi como se um balde de água fria tivesse me atingido e todo o discurso que eu havia ensaiado na noite anterior com a minha amiga, toda a coragem que havia reunido de falar sobre meus sentimentos tivesse ido por água abaixo.

A gente tem que aprender que algumas pessoas não nasceram para ficarem juntas e não importa o quanto você insista sempre vai ter algo dentro de você dizendo: - Não vai dar certo.


E a gente engole a seco toda a coragem, coloca aquele sorriso sarcástico no rosto e fingi que esta tudo ótimo. Depois que ele parou de falar pedi licença e fui ao banheiro.

É que para algumas pessoas é muito fácil falar o que sente mas, quando a gente já errou um bocado, decidir embrulhar o coração, colocar um laço, abrir os braços dizendo: -  Pode cuidar, passa a ser uma tarefa difícil quando você já o fez algumas vezes e amassaram e jogaram de volta, como se fosse uma bolinha de papel.

Na teoria é tão fácil falar que nunca se deve comparar pessoas que já passaram por nossas vidas com as que estão entrando, só que na prática a coisa muda um pouco. Mas, a verdade é que somos sempre esperançosos e acreditamos que uma hora ira dar certo, então não importa quantos idiotas amassem e joguem de volta seus sentimentos, uma hora alguém vai pega-ló e não vai larga-ló mais.

E ai, semana que vem a gente encontra um novo amor, que ou vira espinho ou se transforma em flor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo