15 de dez de 2016

Mais amor, por favor.



Conforme fui crescendo, comecei a observar que nada do que acontecia ao meu redor era por acaso. Sempre me dei muito bem com despedidas, e já dei muitas vezes as costas com total naturalidade para aquilo que me fazia mal, não que não tivesse coração, eu tinha e era por isso que ia, sem olhar para trás.

Mas esse ano foi diferente, porque eu fui querendo ficar, essa definitivamente foi a minha frase em 2016. Quando chega final do ano é inevitável não pensar nas coisas que aconteceram durante o ano, não foi fácil. Apesar de terminar o ano sem arrependimentos, o sentimento de vazio preencheu o peito.


O lado bom. Sempre fui o tipo de pessoa que via o lado bom das pessoas, e infelizmente essa é uma das coisas que perdi durante o percurso neste ano, todos me falam que é impossível ficar no meio do murro, mas sempre fui o tipo de pessoa que analisava ambos os lados da situação, será que é tão errado assim perdoar o outro? ver a coisa boa das atitudes idiotas que as pessoas tomam de vez em quando?

Aprendi que sim, que se tratando de pessoas a gente sempre tem que ter um pé atrás, nem todo mundo quer o nosso bem e muitas vezes quem está ao lado é quem mais quer derrubar. Está ai algo que nunca entendi e provavelmente nunca entenderei. Todos temos nossas ambições e objetivos, alguns chamam de sonhos. Querer ir além é um dos motivos que faz qualquer um levantar da cama no dia seguinte e correr atrás do que quer. Então só não consigo entender o que leva um ser humano passar por cima do outro, sem nenhum objetivo aparente.

A pior coisa é se deparar durante a vida com pessoas que só pensam nelas e que fazem de tudo para prejudicar a outra, a verdade é que pessoas assim estão espalhadas em todos os lugares e parecem que precisam ver o outro para baixo para só assim se sentirem alguém de verdade.

Infelizmente, vez ou outra somos obrigados a engolir alguns sapos e aturar pessoas assim, mas no futuro sempre tem algo melhor. Conheço pessoas que já sofreram preconceito, intolerância, mas que sempre insistiram e persistiram na verdade e hoje elas conseguiram ir além do que queriam, sem precisarem passar por cima de ninguém.

Claro que nem todos são assim já que ao mesmo tempo em que existem pessoas que fazem de tudo para passarem a perna na outra. Existem pessoas que ficam felizes pelo outro, que têm seus objetivos, são ajudadas e ajudam. Seja essa pessoa.

Não seja o tipo de pessoa que precise que alguém esteja na pior para estar bem, pessoas assim sinto muito, mas podem parecer felizes e de bem com a vida, mas no fundo não são nada e querem ter a vida de qualquer outra pessoa.
Se tem algo que gostaria de pedir para 2017 é que as pessoas coloquem a mão na consciência e se perguntem, o que ganho prejudicando o outro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo