20 de set de 2017

De repente 30



Vivemos em busca de sermos reconhecidos. Queremos chegar aos 30 anos bem-sucedidos, com casa, carro, estabilidade financeira e um emprego que nos dê solidez, e que nos faça ser reconhecido na carreira que escolhemos.

Quando somos pequenos queremos cada dia ser uma coisa: professores, cantores, dançarinos, desenhistas, mas acima de tudo queremos que nossos pais se orgulhem de nós, queremos ser os queridinhos dos professores, queremos ser amigo de todos os colegas de classe, e crescemos continuando em busca de reconhecimento.

Chega o sonhado 18 anos, hora de escolher o que queremos ser para a vida inteira, sendo que nem sabemos que roupa vestir para ir a uma festa. Temos que arrumar o primeiro emprego para poder pagar a faculdade, mas o salário que nos oferecem, não paga nem a metade da mensalidade. 

Mas damos um jeito, entramos na faculdade, nos dedicamos para irmos bem, mesmo mal tendo tempo para viver e muito menos dinheiro para isso, enquanto começamos a nos deparar com aquelas pessoas, que gostam de esfregar na nossa cara que já conseguiram chegar a um patamar de vida muito além do nosso, e o pior sem nenhum esforço o que acaba nos frustrando e nos fazendo perguntar ,porque algumas pessoas têm mais sorte do que a gente.

A questão é que a resposta é simples: não existe essa de mais sorte ou menos sorte, mas sim de que cada um tem seu próprio tempo para conquistar as coisas. Eu posso chegar aos 30 anos, realizando tudo que eu sempre quis, e descobrir que isso nunca trouxe a felicidade que eu esperava. Às vezes posso conquistar o mundo com 50 anos, e ter vivido de forma feliz durante a trajetória inteira.

Às vezes você não encontra o amor da sua vida aos 23, e não casa aos 26, como você esperava, mas também não tem problema, porque no momento que você menos esperar algo incrível poderá acontecer, independentemente da idade e do que você planejou. Talvez a graça da vida seja realmente essa, lidarmos com as situações que não planejamos e saímos cada vez mais fortes delas. 

Temos que aprender a aproveitar cada momento que vivemos, e levar para o lado positivo cada coisa que nos acontece. Ficar chateado por não estar no lugar que queríamos acontece, mas desanimar jamais. Precisamos acreditar em nós mesmos, e lembrarmos que o maior obstáculo que podemos realmente enfrentar, que torna tudo impossível é o nosso próprio medo e que cada um leva o seu próprio tempo para realizar seus objetivos.

É ótimo ter reconhecimento de outras pessoas, mas o importante é lembrar  sempre, que a pessoa mais importante para se orgulhar de quem você,  é você mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo