10 de ago de 2018

Se não vier atrás, também não vou


Estava esses dias rolando meu feed de fotos no Instagram e percebi que quanto mais velha vou ficando, mas gente dá para riscar e apagar da minha lista de amizades. Fiquei com saudades de algumas pessoas que hoje em dia não faço ideia de como estejam, relembrando através daquelas fotos momento que vivemos juntos, sentindo vontade de voltar para certos dias.

Mas depois me recordei de algumas situações que me deixaram chateada ao longe de alguns anos de amizadesAs pessoas hoje em dia possuem tanto o discurso de: "se não vier atrás, também não vou", que anda ficando cada vez mais difícil manter uma amizade saudável ou até mesmo fazer novas, pois parece que as pessoas estão tão preocupadas em serem "procuradas" que esquecem também de irem atrás.



Lembrei de vezes que fui cobrada por não estar mais presente, ou ser uma amiga diferente depois que comecei a namorar, ou que as vezes ia falar com um amigo alguma novidade empolgada e escutava de volta: "você não vai me perguntar se estou bem?", hoje em dia tem muito também daquilo, se fulano não curte as minhas fotos ou publicações, também não vou curtir e o pior é que já escutei isso, "você não curtiu a última coisa que postei, não vou curtir a sua também", oi?

Como sei que este discurso anda muito em pauta, decidi então tentar me mostrar mais presente no meu circulo de amizades, sempre começo hoje em dia perguntando se a pessoa está bem, tomo este cuidado, mesmo achando que amigos tem a liberdade de desabafar quando não estão bem, então mesmo saindo de casa muitas vezes dez horas da manhã e voltando meia noite por conta de trabalho e faculdade, sempre arranjava um tempo para um bate-papo com os amigos, quando tentava marcar algo insistia tanto que parecia uma retardada.

Só que com a correria louca do dia-a-dia, as vezes não dava tempo, a vida é tão maluca e acontece tantas coisas ao mesmo tempo, mas para mim amigos são aqueles que podemos contar, independente do tempo, da distancia e comecei a perceber que olhava na tela do celular e não aparecia nenhuma notificação desses meus amigos que cobravam, que possuem esse discurso pronto, que ninguém vinha insistindo pela minha presença.

E ai comecei a sumir mesmo, comecei entrar nesse mesmo discurso e observei que as pessoas reclamam tanto que hoje em dia ninguém se importa, mas você já parou para pensar se realmente importa? Se também não faz parte desse ciclo vicioso. 

Um comentário:

  1. Muito boa a sua reflexão, realmente há mais reclamação do que ação, e por incrível que pareça estamos nos afastando mais um dos outros, e deixando de lado bons momentos e boas amizades.. Ás vezes é preciso darmos o primeiro passo, lembrar da amizade, tentar reergue-la, mas se percebemos que o outro já não faz tanta questão, não devemos também, se humilhar.. Acredito que boas amizades não morrem com a distancia e nem com o tempo.
    Beijos

    www.jayhanadenardi.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo