Resenha: Violet Evergarden

by - 12:36


Contém spoiler, se você ainda não assistiu a série, mas pretende e não quer saber o que acontece em em alguns dos episódios, já vou avisando que é melhorar parar por aqui!

Sinopse:


A história gira toda em torno de Violet, uma garota que não passava de uma máquina de matar, criada apenas para servir ao exército, até ter como superior o Major Gilbert, a primeira pessoa que demonstra carinho e sentimentos pela mesma, porém ao término da guerra, Gilbert acaba morrendo e Violet fica sobre os cuidados de Hodings, um ex-militar e amigo do Major que após a guerra se torna um empresário, sem  coragem de dizer a nossa protagonista que seu antigo superior esta morto. As últimas palavras de Gilbert para Violet  foram: “Eu Te Amo”, palavras nunca ouvidas pela garota e que ela nem sabe oque significam, pensando que o Major ainda esta vivo, Violet começa a trabalhar como Autômata de Automemórias na empresa de Hodings, afim de descobrir o que Gilbert quis dizer ao direcionar as palavras “Eu Te Amo “ para ela.

Daí em diante teremos a trama principal do anime e acompanharemos de perto nossa protagonista descobrindo o valor e o significado de diversos sentimentos, por meio de muitos problemas, dramas e conflitos que a mesma se envolve devido a sua profissão de Automata.




Sobre:


Gostei bastante anime, sendo que a meu ver, desde o 1º episódio, “Violet” tem como proposta ser uma história de drama e a animação cumpre fielmente seu objetivo, chegando ate o coração de quem o assiste em todos os episódios, com todas as suas histórias, mostrando a fundo os horrores da guerra, as consequências que a mesma trás não só para quem vai para guerra, mas também para a família dessas pessoas, além de varias outras coisas, como doença e relacionamentos, por exemplo, também podemos dizer  que “Violet Evergarden” é uma historia de superação pois temos a transformação da nossa protagonista de uma “máquina” para alguém que entende e sabe expressar os seus sentimentos e os de outras pessoas. No final Violet descobre o que o Major Gilbert quis dizer com “Eu Te Amo” e descobre, (o que já era nítido para os telespectadores desde o primeiro episódio) mesmo já sabendo que Gilbert está morto, que seus sentimentos pelo major são recíprocos,  a mensagem do anime é muito clara e fica entendida no final,”TODOS PODEMOS MUDAR”, aliás se até uma pessoa que nunca tinha recebido amor  e só conhecia a guerra conseguiu se tornar uma Autômata de Automemórias que carrega em suas cartas o sentimento de outras pessoas, porque você também não pode mudar?

Qual história achei mais emocionante:


É muito difícil escolher, pois você toma um “baque” a cada capitulo do anime, mas foi o episódio 10 que mais me surpreendeu, onde temos Violet chegando a uma casa de campo para escrever cartas para uma mulher doente, ela não é bem recebida pela filha da garota que sente muito ciúmes com a presença de Violet porém no final é mostrado que a mãe da garota já sabia que não resistiria a doença e chamou Violet para escrever cartas de aniversario para serem entregues a sua filha pelos próximos 50 anos,mesmo após sua morte,

Meu queixo caiu no chão quando isso foi mostrado, em minha opinião, uma história muito triste mas ao mesmo tempo muito bonita e a escolho como minha melhor história do anime.


You May Also Like

0 Comments