Permita-se conhecer alguém



"E eu acredito no mecanismo do infinito, fazendo com que tudo aconteça na hora exata."

A pessoa certa nem sempre vai ter os mesmos objetivos que você, as mesmas opiniões, ideias e vontades. Não vai esbarrar em você, deixar seus livros caírem, te ajudar a levantar e se apaixonar perdidamente por você quando olhar nos seus olhos. 

Não vai acordar de manhã com o hálito de hortelã, muito menos com o cabelo arrumado. A pessoa certa nem sempre é o tipo de pessoa que dizemos ser o "nosso número". Não é aquela que vai falar que te ama todos os dias e te encher de presentes caros. 

Ela vai vir com cicatrizes de outros relacionamentos, de dias muitas vezes corridos e estressantes. Provavelmente se ela esbarrar em você soltará algum palavrão e certamente não irá te ajudar a levantar coisa alguma, mas isso não quer dizer que ela não é a pessoa certa para você. As vezes ela só não está tendo um bom dia.

Talvez vocês vão se conhecer em algum desses aplicativos de relacionamentos ou num barzinho enquanto toma uns chopps com a galera e a sua pessoa certa peça para o garçom levar um drink até sua mesa com o número de telefone dela anotado. O local onde vocês irão se conhecer e como, não quer dizer nada sobre ela e muito menos se ela é ou não é a pessoa certa para você. Não conhecemos ninguém sem um bom papo e durante um bom tempo de convivência. 

Porque a pessoa certa para você, vai ser tudo menos certa. Pois ninguém vem com manual de instrução, nem com certezas. Não dá para escolher quem amar. A pessoa certa não existe, o que exite são duas pessoas querendo fazer dar certo.

As vezes a gente acredita tanto que só vamos conseguir ir para frente em um relacionamento se as pessoa tiver o mesmo ideal que nós, mas me pergunto, a graça de se relacionar com as pessoas que não conhecemos, não deveria ser ver o mundo com outros olhos? Se permita encontrar a sua pessoa, não certa.


You May Also Like

0 Comments