Resenha: Um Tempero de Outro Mundo


Sinopse:

Para se livrar de uma maldição, uma charmosa fantasma que perdeu a memória tenta desesperadamente encontrar um homem para levar a cama. Remake do drama coreano "Oh My Ghost". A série conta a história de uma chef tímida que é possuída por um espírito atrevido. Sua nova personalidade atrai o olhar de uma antiga paixão, um figurão da gastronomia, o chef de cozinha e dono do restaurante Artit (Arak Amornsupasiri), no qual ela trabalha.


Sobre: 

Título original: OMG Pee Bpuan Chuan Maa Rak
Gênero: Comédia, Romance e Fantasia 
Ano de Lançamento: 2018
Episódios: 16
Elenco: Arak Amornsupasiri, Nuengthida Sophon, Keerati Mahapreukpong, Nat Sakdatorn e outros
Nacionalidade: Tailândia

Jiew (Nuengthida Sophon) trabalha num renomado restaurante e sonha em ser uma grande chef de cozinha, porém sempre teve uma vida conturbada devido ao seu dom de ver fantasmas. Seus pais morreram quando ainda era criança e quando completou a maioridade decidiu sair do interior para ir a cidade  grande, trabalhar e ajudar a avó que a criou. Muito tímida e sempre cochilando durante o serviço Jiew é sempre cobrada por Artit que a trata de forma indiferente e acaba a magoando com o seu jeito sincero e grosso de lidar com os funcionários e situações. 

Khaopun (Keerati Mahapreukpong) morreu a quase três anos, mas ainda está vagando pela terra, pois para não virar um demônio precisa encontrar o rapaz no qual consiga levar para cama e cumprir sua última missão: perder a virgindade, mas para isso ela precisa possuir o corpo de outras mulheres e assim tentar alcançar seu objetivo, entretanto todos os homens que ela beija entram em coma.  

Por acaso Khaopun entra no corpo de Jiew e não consegue mais sair. A partir dai ela descobre que seus destinos se cruzaram pois Artit é o único rapaz que não entraria em coma com um beijo dela. A principio Jiew não gosta muito da ideia de estar sendo possuída, mas com o tempo elas entram em um acordo para Khaopun a ajudar conquistar o coração de Artit.


O que achei:

Além de ser uma série com uma proposta bem diferente, me encantei com a personalidade criada para cada personagem e como a vida deles entrelaçam uma na outra. Mas não sabia se torcia para Jiew ou para Khaopun, mas no final ambas tiveram ótimos defechos. Não vou contar muito pois se não vou começar a dar spoiler demais.

Essa é outra série que poderia ter tido mais episódios e que fiquei com gostinho de quero mais, apesar de ter encerrado de forma bem completa e do jeitinho que esperava. Já pode anotar mais uma série para a sua lista, que você talvez não daria nada, mas que vai curtir bastante.



You May Also Like

0 Comments