Depois dos vinte

(Você poder ler o texto ao som de The Climb.)

Ninguém nunca disse que seria fácil, mas também não mencionaram o quanto seria difícil. Passar dos vinte parece um tanto quanto complicado, alguns já se formaram, outros estão se formando, tem aqueles que ainda não sabem o que vão fazer, parece uma idade em que se fica um pouco perdido em relação ao futuro. Enquanto estou entre vinte e trinta anos, meus pais na mesma época já estavam casados e recebendo a noticia que seriam pais, já tinham seu próprio negócio, um bom apartamento e tudo parecia caminhar bem.

Enquanto atualmente não tenho uma casa, planejo me casar daqui uns dez anos, filhos? quem sabe um dia, mal consigo pagar minhas despesas e juntar uma grana pra viajar sem a ajuda deles, imagina me imaginar daqui dez anos. A verdade é que venho tentando e não deveríamos comparar a época dos nossos pais, já que a economia mudou, a sociedade deu alguns avanços, mulheres optaram pela própria independência, a vontade de ser mãe não é mais o primeiro plano como costumava ser.

Mas caramba parece que foi ontem que fiz dezoito anos e agora já passei dos vintes e estou mais próxima dos trinta e por mais que saiba que para os tempos atuais sou jovem, de vez em quando a sensação de que o tempo está passando rápido demais e que não fiz um terço do que queria fazer antes dos  trintas me invade. Talvez os adultos não percebam, e provavelmente isso é algo importante a ser feito, mas a cobrança do que seremos quando crescer não facilita muito as coisas.

Não tem como sair da faculdade ganhando um super salario, se mudando da casa dos pais, com carro na garagem, contas em dia e com dinheiro pra viajar todo final de ano pra fora do país, bom se você alcançou isso, parabéns, você lutou por isso e merece estar na posição que está, porém não é bem assim que as coisas funcionam, para alguns jovem como eu e parece que temos uma grande mania de nos compararmos a pessoas que possuem a mesma idade que nós e já conseguiram muito mais coisas que a gente.

Acho que temos que perceber que os tempos mudaram, que tudo bem terminar a faculdade e estar morando com os pais, que tudo bem não ter encontrado o amor das nossas vidas antes dos trinta e que não estamos planejando o enxoval dos nossos filhos, pois optamos conhecer 30 países antes dos trintas, não tem problema nenhum dar um passo para trás e no futuro subir cinco degraus a mais, que também não tem problema se você prefere casar e ter filhos.

Cobranças são necessárias, somos cobrados na vida, no serviço, no relacionamento, em casa e temos que aprender a lidar com elas, só não podemos deixar o sentimento do fracasso nos invadir, deixar desanimar pois alguns anos atrás enxergávamos um futuro diferente do que vivemos, as coisas dão errado, os planos mudam, com isso vem as frustrações, crises de ansiedade, as vezes parece que o mundo vai te engolir e você só queria ficar debaixo das cobertas assistindo Netflix enquanto a vida passa.

E por mais que pareça tentador colocar todas as séries em dia, isso jamais pode nos dominar, ser adulto tem os seus pontos positivos, adiar os planos, não é desistir ou fracassar, falo isso pra mim todos os dias, conquistas pelas menores que sejam, precisam sim ser comemoradas, ninguém é promovido no serviço todo mês, consegue mudar de carro todo ano, se formos basear nossa felicidade em grandes conquistas, estaremos a cada dia nos tornando pessoas mais e mais frustradas.

É preciso passar uma barrocha em como as coisas eram, como imaginávamos a vida hoje e fazer novos planos, começar uma nova faculdade, terminar a que trancamos, fazer cursos, planejar viagens, mudar do emprego que faz mal, não se acomodar com os planos que não estão saindo como planejados e fazer diferente, a vida realmente passa muito rápido e é preciso aproveitar cada segundo dela.  


You May Also Like

0 Comments