Resenha: Toy Boy | + 18 anos

By Isabela Mingues - abril 30, 2020

Não recomendado para menores de 18 anos 


Sinopse: 

Depois de passar sete anos na prisão, um stripper recebe o direito de ser julgado novamente enquanto está em liberdade provisória. Agora, ele vai tentar fazer de tudo para provar sua inocência e mostrar que foi sua amante que organizou o assassinato do próprio marido.

Título: Toy Boy
Episódios: 13
Ano: 2019
Gênero: Suspense, Drama, Crime
País: Espanha


Sobre: 

Cinco amigos trabalham como strippers em boates e aparições em festas de despedidas de solteiro e outros, porém o foco da série é Hugo (Jesús Mosquera), que se envolve amorosamente com Macarena (Cristina Castaño), bilionária e casada, que o trata como seu brinquedo e que adora participar de festas que envolvem orgias, certo dia em uma das festas Macarena leve Hugo, festas estas que envolvem o uso de drogas e álcool, o que o stripper não contava era acordar horas depois com um corpo em chamas no seu barco.

Hugo é preso suspeito de matar e atear fogo no marido da amante. Após alguns anos preso, um escritório de advocacia decide pegar seu caso, pois aparentemente haviam muitas falhas em sua condenação. A personagem Triana (Maria Pedraza) é selecionada para reabrir o caso do stripper e a partir daí se inicia uma busca cheia de mistérios e suspeitos para provar a inocência do condenado.


O que achei:

Já quero a 2º temporada, então vocês já podem imaginar que gostei bastante, me prendeu desde o primeiro episódio e terminei num final de semana. Além de conter vários mistérios envolvendo o contexto da história, com várias surpresas e revelações que não esperamos, durante a trama ocorre um envolvimento amoroso entre Triana e Hugo, mostrando também o preconceito que o dançarino sobre pela sua profissão e certo afastamento dos colegas de trabalho com a advogada quando a mesma decide assumir está relação.

Fica a dica para vocês que curtem um bom suspense, com uma pitada de drama e romance =)



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários