Precisamos falar sobre: Luísa Sonza e Whindersson Nunes

By Isabela Mingues - junho 15, 2020



Desde sexta-feira(12), quando Luísa Sonza decidiu lançar seu novo single, Flores, em parceria com o cantor Vitão, nas redes socais não se fala em outra coisa a não ser o grande desrespeito que a Luísa causou no seu EX-marido, Whindersson Nunes. Acredito que todos já saibam, mas após alguns anos de namoro e casada, há alguns meses o casal anunciou o fim do relacionamento, informando que cada um seguiria com a sua vida, que o respeito e admiração pelo outro continuava, porem que o amor tinha acabado.

Após o anunciou, já começou a rolar várias criticas a cantora, que todo mundo já sabia que ela era interesseira, que tudo que conquistou foi as custas da fama dele, que largou ele num período difícil de depressão, e várias outras falas machistas, decidi abordar sobre isto aqui no blog pois é lamentável, mais uma vez ver a mulher como vilã e responsável pelo termino de uma relação, pois tenho certeza que você ou alguma amiga próxima já passaram por algo semelhante, só que a diferença é que ambos são figuras publicas e as se pessoas acham no direito de julgar e dar palpite sobre algo que não conhecem.

Primeiramente a gente não sabe 1% do que acontece na vida de um casal, por mais que sejam famosos e a gente sinta que conhece e sabe tudo sobre eles, NÃO SABEMOS, não convivemos e por isto não temos fala para apontar e distribuir nossa opinião, ainda mais quando é sobre quem é o culpado pelo término, também fiquei bem chateada quando vi o anuncio, achava eles um casal tão fofo, entretanto já abordei sobre isso e repito: ninguém posta a parte ruim do relacionamento nas redes sociais, publica uma foto chorando depois de uma briga feia, principalmente se tratando de duas figuras públicas. 

Muito se fala que Luísa desrespeitou Whindersson, já o mesmo falou abertamente sobre ter depressão, mas se bem me lembro, já faz mais de um ano que eles começaram a entrar neste tema e que ela também enfrentou ou provavelmente ainda enfrenta a depressão. Já convivi com alguém depressivo e tenho propriedade para falar que não é fácil, nem para quem tem, ou quem convive com quem tem, infelizmente este assunto ainda é muito tabu e precisa ser discutido de forma saudável, por isto não dá para julgar alguém como culpado.

As pessoas precisam entender que não deu certo, que o relacionamento deles acabou e que apenas eles sabem o real motivo, que não cabe a ninguém dar pitaco e ainda mais começar a difamá-la, como se Luísa fosse a culpada de tudo, e a principal culpada por seguir em frente ou pior por fazer seu trabalho, como foi o caso em pauta sobre seu clipe com o cantor Vitão.

É triste ver os comentários e a galera fazendo maratona de deslike no vídeo clipe, num momento em que se pede tanto empatia, com tantos temas em pauta sobre ódio distribuído gratuitamente, vejo muitos "discursos" de que não é ser "machista", mas que é vergonhoso, vê-lá se agarrando com outro, mas este é o TRABALHO DELA, algo que não tem nada a ver com sua vida pessoal. 

A partir do momento em que ela se declara solteira, tem o direito de fazer o que ela quiser, é como se estas pessoas tacando pedra, estivessem dizendo que ela precisa pensar no EX e não nela, até porque se fosse assim, seria um absurdo atores terem relacionamentos, já que rola de tudo em novelas, séries e filmes. 

A gente tem que parar de achar que conhecemos figuras publicas e que temos o direito de se intrometer na vida do outro, a não ser claro, que seja um assunto relevante e necessário a serem discutidos, com o caso que está rolando sobre o Japinha do CPM22, figura publica, que está em pauta, mas que não vem a questão neste desabafo.

Vamos parar de colocar a mulher como a culpada, quando vivemos num país no qual precisamos de uma LEI, Maria da Penha, que nos proteja de agressão contra homens, uma sociedade com uma cultura machista tão enraizada, mulher tem o direito de fazer o que ela quiser, ficar com quem quiser, viver da forma que quiser. #PAZ

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários