São as nossas atitudes que condizem quem somos

By Isabela Mingues - setembro 15, 2021

Faz tempo que não escrevo, mas ultimamente a minha mente está a um milhão sobre situações que tenho passado, momentos vividos e principalmente coisas que gostaria de compartilhar, porém as vezes é mais necessário o silêncio. Me pego refletindo muito sobre ser uma boa pessoa, fazer diferença na vida das pessoas, ser alguém admirável aos olhos dos outros e aos nossos.

A gente acha ou tem a ilusão de que fazer caridade, ajudar o próximo, vai nos salvar das atitudes de merda que temos as vezes, vai apagar coisas ruins que fizemos, momentos difíceis que enfrentamos na vida, temos a mania de procurar sempre um culpado por coisas que passamos, sendo que o maior culpado são as nossas próprias atitudes conosco e ao outro.

É muito fácil achar um culpado por algo que você fez ou passou, nunca somos responsáveis pelo nosso próprio fracasso, em qualquer sentido de nossas vidas, nunca são as atitudes erradas, nosso ego, nosso ar de superioridade, a falta de empatia com o próximo, não, sempre são as amizades erradas, os familiares tóxicos, a gente sabe que existem situações mais difíceis de sair, que há casos e casos, mas sobre aquelas situações que nos colocamos e tentamos culpar o outro.

Então entramos numa religião onde temos a oportunidade de ajudar as pessoas, e aquele o sentimento de fazer algo por alguém é extraordinário, um sorrio, um agradecimento, isso renova as nossas vidas, porém quando saímos da porta pra fora, quais são as nossas atitudes no dia a dia? Ajudar ao próximo dentro da sua religião vale de algo quando você na sua vida particular humilha, maltrata, passa por cima ou engana outras pessoas? Acredito que não.

Achamos que está pandemia faria das pessoas melhores, mas o noticiário está cada vez pior, mais lamentável, mais horripilante, cada vez mais queremos ser os donos da razão, discutimos, brigamos, ofendemos e humilhamos os outros a troco de nada. Não há mais respeito e empatia ao próximo.

Vejo pessoas dentro de suas religiões discursando lindamente sobre amor, ajudar ao próximo, mas na prática não faz nada do que prega, temos que tomar cuidado todos os dias para não sermos este tipo de pessoa, falar bonito é lindo, mas são as nossas atitudes que condizem quem somos.

Talvez a gente precise reparar mais nas nossas atitudes, pois sem perceber podemos estar tendo as mesmas de pessoas que tanto menosprezamos, repito é muito fácil acusar o outro, culpar aquela pessoa, mas enxergarmos que somos nos os errados, ai está o grande desafio da vida. Entenda, ninguém é perfeito, mas tem gente que não faz nada pra se tornar alguém melhor.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários